CARTAS


apresenta

CARTAS

Mulheres e suas lembranças,
Suas cartas levadas à cena,
Letras, papéis, palavras, selos, envelopes, perfumes, flores, 
lágrimas, sorrisos, risadas, sonhos!

Fragmentos de vidas – imortalizados em cartas recebidas, escritas, algumas nunca enviadas, guardadas... Preservadas do tempo, AMADURECIDAS!

Pequenas histórias seladas pela alegria do encontro



Sinopse:

O espetáculo nasceu da proposta de encenar o conteúdo de cartas que pertencem (de fato) aos componentes do grupo. Cartas recebidas e cartas que foram escritas, enviadas ou não. 
Cada atriz buscou em “suas caixas e gavetas” uma carta especial, que trouxe e trocou com uma parceira no grupo. Foi esse o princípio desta construção conjunta.
Assim, como que abrindo gavetas, cada cena chama o público para o lugar mais íntimo, particular, próprio de cada qual. Ali, em contato com a boa solidão, que é plena de lembranças, ao remexer nosso passado, encontramos aqueles registros que contam um pouco de nossa história, nos fazem rir, chorar, lembrar, levantar novas e antigas questões... Que contam histórias de amores, alegrias, tristezas, dores e dúvidas.  E que, inevitavelmente, trazem de volta o contato humano, capaz de reatualizar o melhor do que existe no universo dos sentimentos, comuns a todos.
Este trabalho é também (e especialmente) uma proposta de reviver e reativar o hábito da correspondência através de cartas, uma forma de lembrar o que essa antiga e tão preciosa forma de comunicação tem de especial e peculiar, que não pode ser substituída pelo uso dos correios eletrônicos.
O espetáculo é composto por cartas/cenas, entremeadas por músicas brasileiras e poesias de Fernando Pessoa e Guimarães Rosa. 
É o lugar do encontro entre presente e passado, entre sonho e realidade, um local onde a fantasia é bem acolhida e pode virar presença plena, no reconhecimento dos próprios afetos, de uma forma lúdica, bela e restauradora.

Ficha Técnica 

Concepção e criação: Companhia Arteira 
Direção: Gabriela Ribas 
Supervisão: Moacir Chaves
Direção Musical: Tião Guerra
Preparação Corporal: Joana Carelli
Cenografia: Rebeca Queiroz
Figurinos: Joana Lyra
Produção: Associação Centro Cultural Viva
Elenco: 
Gabriela Ribas
Silvia Araújo
Mariane Canella
Maria José Silva
Maylla Nideck

INDICAÇÃO DE FAIXA ETÁRIA: 12 ANOS

ESPETÁCULO CONTEMPLADO COM O PRÊMIO MONTAGEM CÊNICA 2011 – PATROCÍNIO PETROBRAS

Oficina de Teatro com a Companhia Arteira:

MEMÓRIAS EM CENA

No mesmo dia e local das apresentações, na parte da manhã, a Companhia Arteira oferece a Oficina MEMÓRIAS EM CENA, com o intuito de aproximar o público da linguagem teatral e brincar com as possibilidades de levar à cena suas lembranças e histórias. 
A oficina oferece jogos teatrais e um bate-papo sobre a construção do espetáculo Cartas. 

Objetivos:
- Incentivar a pesquisa de novas dramaturgias e múltiplas possibilidades do fazer teatral; 
- Promover a reflexão acerca da importância histórica das cartas para a humanidade; 
- Estabelecer vínculos dos primórdios da comunicação com a comunicação contemporânea; - Estimular as produções textual e teatral; 
- Oportunizar à Companhia Arteira, composta por mulheres do interior fluminense, compartilhar com artistas de outros municípios suas pesquisas, reflexões e ações  no cenário cultural;
- Formar platéia. 
- Proporcionar aos participantes a oportunidade de revisitar sua própria biografia, suas vivências e memórias, transformando-os em material cênico.

Público Alvo para a oficina:
- Artistas, professores e demais interessados.
- Idade mínima 14 anos 

Limite de participantes:
- Na oficina podemos atender até 20 pessoas.
Duração: 
- Duas horas e meia

FOTOS



Estreia

AMPARO

https://www.facebook.com/cia.arteira/media_set?set=a.241116062698789.1073741833.100004011905417&type=3


SESC

AGENDA

2016
24/09 - 20 h - Teatro Municipal Laércio Rangel Ventura – Praça do Suspiro – Nova Friburgo / RJ
08/07 - 20h - SESC Friburgo

ANO

13 e 14 / 07 - 20h - Usina Cultural Energisa - Nova Friburgo

06 e 07/07 - 20h - Teatro Sânia Cosmelli - Nova Friburgo

19/06 - 20h - Tribuna Livre Cultural - Lumiar - Nova Friburgo












Nenhum comentário:

Postar um comentário